As redes sociais são um canal incrível para atrair novos clientes na advocacia.

O uso correto destas ferramentas pode ser um ótimo diferencial para sua marca e fazer com que possíveis clientes busquem os serviços que você oferece.

Atualmente, muitas pessoas consomem conteúdo nas mídias sociais, uma parcela menor interage e uma pequena minoria gera conteúdo de valor. Aí está a oportunidade.

Uma importante estratégia de marketing jurídico para sua marca é utilizar as redes sociais na advocacia de maneira correta.

redes sociais na advocacia

As redes sociais devem fazer parte do seu marketing jurídico

Quando falamos sobre marketing jurídico a primeira coisa que vem a cabeça é: ter uma marca e criar um site. O que está correto, porém falta itens nesta lista.

No artigo que escrevemos sobre marketing jurídico, damos a dica de como gerar conteúdo de valor para atrair possíveis clientes.

Um ponto importante é que para que as pessoas cheguem ao conteúdo que você criou (artigos, vídeos, documentos, ebooks, etc), é necessário veicular em algum lugar, correto?

E por quê não utilizar suas mídias sociais para isso? Não só de email vive o advogado. Você pode passar a utilizar o Facebook, Instagram, Twitter, Linkedin, Youtube, Whatsapp e o que mais desejar.

Elas estão disponíveis gratuitamente para que você possa postar seus conteúdos:

Quais os benefícios de utilizar as redes sociais na advocacia?

Primeiramente ao trabalhar o marketing jurídico nas redes sociais, seu negócio deixa de ter uma abrangência local para atingir uma região muito maior, nacional ou internacional.

Tudo vai depender do conteúdo que você gera. As pessoas vão procurar a sua marca de acordo com o que encontraram de conteúdo que você gerou.

Outro grande benefício é que as redes sociais são gratuitas e quem gosta do seu conteúdo, pode facilmente compartilhar com seus seguidores e amigos, abrindo um leque muito maior de possibilidades. Por isso, crie conteúdo relevante e que realmente tenha valor para quem consome.

Como usar cada rede social da maneira mais adequada?

facebook redes sociais advocacia

Facebook

O Facebook não serve somente para uso pessoal. Crie uma página com a sua marca e passe a veicular por lá os conteúdos que você cria.

No caso de vídeos, uma dica é subir os vídeos diretamente pelo Facebook ao invés de inserir um link externo (do Youtube por exemplo), assim seu alcance será ainda maior.

Nas imagens que utilizar, foque em usar imagens leves e em formato “PNG” com tamanho de até “2MB”. É um requisito para que as fotos não percam qualidade na rede social.

Instagram

O Instagram também conta com um feed, parecido com o Facebook, para que voce possa compartilhar fotos ou vídeos e inserir uma legenda.

Um problema do Instagram é que o link na legenda não é “clicável” igual ao Facebook, então tente passar o conteúdo de forma mais resumida ou utilizar os vídeos para ganhar atenção do seu público.

Os vídeos no feed do Instagram tem limitação de até 1 minuto.

Uma ferramenta poderosa desta rede social é o “Stories”, onde é possível postar fotos e vídeos de até 15 segundos cada para interagir com sua audiência. A visibilidade neste caso é bem maior do que nos feeds, utilize a mídia com sabedoria.

Twitter

O Twitter é uma rede social em que as pessoas acessam para ler notícias ou saber sobre informações de maneira objetiva e rápida.

O limite de caracteres por postagem é de 240 e sua mensagem deve ser passada de forma clara e objetiva.

Nesta rede social, o ideal é postar um pequeno resumo com informações de valor para seus seguidores, orientando-os a acessar seu site ou outra rede social com seu conteúdo, dependendo do objetivo.

Linkedin

No Linkedin a abordagem é diferente.

Os conteúdos devem ser mais bem trabalhados e escritos e a formalidade é uma marca desta rede social.

Em compensação, a “vida” dos posts é maior. Enquanto no Facebook seu post “some” depois de algumas horas, no Linkedin ele costuma veicular por mais tempo pelo feed das suas conexões.

Youtube

O Youtube é a rede social perfeita para você postar conteúdo em vídeo de valor.

Grave vídeos falando sobre assuntos relevantes que seus possíveis clientes podem estar buscando na internet, seja original e gere valor.

No fim de cada vídeo, oriente os espectadores a visitar seu site ou seguir suas redes sociais.

Whatsapp

O Whatsapp é uma ferramenta poderosa para entrar em contato com seus clientes e até possíveis clientes.

Disponibilize um atendimento via Whatsapp para pessoas que tiverem dúvidas sobre seus serviços ou até quiserem fazer um primeiro contato antes de saber os valores do serviço.

A ferramenta é a forma mais simples e rápida para trocar informações curtas e já é adotada por muitos escritórios e profissionais de advocacia.

Uma dica para quem tem celular Android é pesquisar sobre o Whatsapp Business.

3 Formas de Converter Seus Seguidores em Clientes

captar clientes redes sociais advocacia

Gere conteúdo de valor e seja original

Como já falamos no artigo de marketing jurídico e repetimos por aqui, você deve imaginar a importância deste item.

Postar fotos, textos, vídeos ou imagens que estão veiculando pela internet não gera nenhum valor para quem está assistindo.

Crie seu próprio conteúdo, respondendo possíveis dúvidas e falando sobre assuntos que podem responder dúvidas de possíveis clientes.

Seja original e torne-se relevante para quem lhe acompanha

Mantenha uma frequência com seu público

Manter uma frequência é essencial para quem quer criar uma audiência a longo prazo.

As redes sociais nem sempre vão entregar seu conteúdo de forma orgânica na linha do tempo dos seus seguidores.

Por esse motivo, é importante que você mantenha uma frequência para que seu público saiba quando poderá consumir novos conteúdos.

frequencia redes sociais advocacia

Interaja com seus seguidores

Parece óbvio mas muitas marcas estão nas mídias sociais somente para postar.

“Redes sociais” chamam-se “sociais” por algum motivo, certo?

Não deixe de responder pessoas que tem alguma dúvida sobre o que você falou, curta os comentários dos seus seguidores, tente sempre ajudar quem te acompanha. No longo prazo você será lembrado.

Conclusão

Não há nenhuma fórmula secreta para que você passe a gerar novos clientes pelas redes sociais, mas sem dúvidas, o ponto-chave é: Originalidade.

Se você for original e gerar conteúdo realmente relevante, com o tempo será possível criar um público que virá a gerar novos negócios.

Atente-se sempre às regras do código de ética da OAB

Caso queira falar diretamente comigo, basta me enviar um email.

Sérgio Fernandes
Diretor de Marketing da Legalcloud

 

Share via