Confira como fazer um bom networking na advocacia com 6 dicas exclusivas do nosso parceiro Guia de Investimentos.

O networking é um importante passo que todo profissional precisa dar para ampliar o seu relacionamento com outras pessoas, e com os advogados não é diferente.

A internet, por si só, nos ajuda a manter uma relação com pessoas de qualquer lugar do mundo, usando meios como softwares colaborativos e até mesmo as redes sociais.

Esses recursos ajudam as pessoas a construírem seu networking, atraindo novas oportunidades de negócio e ajudando a dar um impulso em sua carreira.

É essencial ter contato constante com especialistas da mesma área e pessoas que, de alguma forma, contribuem para o crescimento de outros profissionais.

Para os advogados isso é ainda mais importante, uma vez que é por meio dessa rede de contatos que eles são reconhecidos e conseguem captar novos clientes.

Escritórios que não conseguem ter boas oportunidades precisam repensar seu próprio networking, avaliando as pessoas que estão nele, de que maneira é trabalhado, dentre outros aspectos importantes.

Com isso, ele consegue ampliar os seus contatos e tornar-se mais prestigiado por outros colegas de trabalho e, principalmente, por clientes.

Pensando nisso, neste artigo, vamos apresentar a definição de networking, por que fazê-lo e a importância do profissional do Direito ter contato com outras áreas. Acompanhe!

O que é networking?

Networking é uma rede de contatos que uma pessoa tem com diversos outros profissionais, dentro e fora de sua área de atuação e independentemente da hierarquia ocupada por ele.

São conexões importantes para os profissionais e também para os negócios, por exemplo, um escritório de advocacia ou uma auto escola para deficientes auditivos.  

Apesar de parecer, o networking não é algo planejado e que visa apenas o crescimento profissional ou empresarial.

Um advogado, por exemplo, consegue desenvolver melhor o seu lado pessoal e, dessa forma, é importante estar aberto a convites de todas as áreas.

Por que fazer networking?

Quanto mais os profissionais e as empresas se desenvolvem, mais eles precisam do networking. Inclusive, esse crescimento se dá por conta dessa rede que estabelece um contato constante com outras pessoas e negócios.

Para as empresas, são maneiras de encontrar parcerias, investimentos e outras oportunidades. Para cada profissional, é um meio para:

  • Encontrar oportunidades de trabalho;
  • Adquirir conhecimento;
  • Estar em contato com pessoas mais experientes;
  • Descobrir soluções.

Essas e outras possibilidades começam a aparecer tanto para um escritório de advocacia, quanto para empresas que emitem AVCB para condomínio horizontal, quando estas sabem como construir o seu networking.

Como fazer networking?

Antes de qualquer coisa, é fundamental ter em mente que os resultados desse relacionamento não aparecem do nada. Pelo contrário, eles são fruto das ações do dia a dia por parte do negócio ou do profissional.

A comunicação precisa ser equilibrada, além de pensar em outros aspectos fundamentais de um bom networking, tais como:

1. Quantidade é diferente de qualidade

Ter uma rede de contatos não precisa, necessariamente, de um número volumoso de pessoas. É muito mais importante ter contatos de qualidade do que muitos que não agregam valor.

Ou seja, para os advogados e outros profissionais, é mais vantajoso ter poucas pessoas que interagem com eles do que muitas que não conversam.

2. Manter-se informado

Um profissional sempre atualizado consegue conversar melhor sobre os assuntos profissionais com sua rede de contatos. Isso também os ajuda a selecionar melhor quem vai fazer parte dele.

Tanto um escritório de advocacia quanto uma empresa de laudo de conformidade nr10, sempre encontrarão uma infinidade de assuntos relacionados a sua área de atuação. Ou seja, não se trata de algo escasso para ninguém.

Além de manter o networking a todo vapor, o profissional consegue mostrar seu domínio e autoridade no assunto, o que traz mais credibilidade e reconhecimento.

3. Ter contatos relevantes

Quanto mais o profissional for capaz de interagir, melhor será seu networking. Dessa forma, ele terá uma rede de contatos ativa e que vai acelerar a conquista de seus objetivos.

Tudo isso fica ainda mais fácil se as pessoas que estiverem presentes nessa rede forem realmente relevantes para o profissional ou negócio.

4. Estar sempre presente

É impossível ter um bom networking se o profissional desaparece e não mantém contato. Porém, mais do que falar com os contatos pela internet, é importante marcar encontros presenciais em eventos como palestras, feiras e cursos.

O uso das redes sociais, como o LinkedIn, deve ter postagens organizadas, como uma empresa de art laudo de aterramento faz.

Também pode ser criado um blog pessoal onde sua rede de contatos pode conhecer um pouco mais sobre seu trabalho habilidades, por meio de postagens bastante informativas e enriquecedoras.

5. Aproximar-se da maneira correta

Tanto advogados quanto outros profissionais têm algumas dúvidas relacionadas ao jeito de se aproximar de novos contatos.

O primeiro passo é entender o perfil que se deseja captar. Pessoas mais extrovertidas são mais fáceis de se aproximar, ao passo que as introvertidas, necessitam ser um pouco mais engenhosos.

Outra dica é participar ativamente de eventos, fazendo perguntas ao final de uma palestra, por exemplo, para ser notado por outras pessoas que estiverem ali.

6. Ter contato com outras áreas

Muitos acreditam que um bom networking se faz apenas com contatos da mesma área de atuação, o que não é verdade.

Todo contato é uma nova oportunidade, principalmente no caso dos advogados. Por exemplo, ao se comunicar com gestores de empresas de diversos setores, esse profissional consegue se aproximar de potenciais clientes.

Como melhorar o networking de um escritório de advocacia

As dicas que mostraremos a seguir são excelentes para os escritórios de advocacia, e algumas podem ser adotadas por outras empresas, como as que emitem laudo SPDA bombeiros. Algumas delas são:

1. Participar de cursos e palestras

Esses eventos são excelentes oportunidades de aumentar o conhecimento profissional, mas também de conhecer outros profissionais da área jurídica.

Os advogados podem estar presentes nesses eventos como espectadores e também palestrantes. É uma excelente oportunidade de mostrar o domínio de conhecimento e se tornar mais reconhecido.

2. Usar cartões de visita

Apesar de ser uma prática antiga, os cartões de visita ainda são muito eficientes. Coloque nele informações importantes como nome, telefone e e-mail.

Negócios como uma empresa de laudo técnico AVCB também podem incluir seu endereço comercial.

Uma dica importante é carregar alguns cartões consigo, pois nunca se sabe quando uma nova oportunidade de contato surgirá.

3. Ter um bom relacionamento com os colegas

Colegas de trabalho e faculdade são contatos essenciais e que levam a novas possibilidades, como as indicações.

Por isso, é importante apoiar e prestigiar os colegas de alguma forma, mantendo-os sempre por perto. Essas são maneiras de manter contato, esclarecer dúvidas e trocar informações importantes.

Aqui se reflete ainda mais a importância do networking, uma vez que profissional nenhum consegue alcançar o sucesso sozinho.

4. Participar de grupos nas redes sociais

Nas redes sociais, podemos encontrar grupos dedicados a todo tipo de assunto, desde jurídicos até de manutenção predial hospitalar.

Neles, os profissionais trocam informações sobre o mercado, esclarecem dúvidas, indicam trabalhos e, claro, estabelecem bons contatos.

É possível encontrar grupos de assuntos jurídicos no Facebook e no LinkedIn, cabendo ao profissional saber administrá-los para manter sua rede de contatos sempre ativa.

5. Atuar como advogado correspondente

Os advogados correspondentes são profissionais que atuam em nome de outros profissionais e escritórios, e é uma das melhores maneiras de aumentar o networking.

Muitos advogados e escritórios contratam profissionais correspondentes em outras cidades, pois é uma maneira de economizar tempo e dinheiro.

Isso fornece a possibilidade de aumento nos rendimentos dos contratados, mantendo-os sempre em contato com diversos profissionais. Além do mais, quando o trabalho é bem feito, novas oportunidades aparecem.

6. Fazer indicações

Nos momentos em que um profissional está sobrecarregado e não consegue atender um novo cliente, ele pode indicar um colega que esteja à disposição.

Isso também acontece em outros setores, como em uma escola particular fundamental. Os advogados que indicam outros para seus clientes também serão indicados em outras oportunidades.

Inclusive, muitos profissionais e escritórios fazem parcerias de indicação, o que aumenta as chances de novos clientes e ganhos.

É uma atitude que sempre traz bons resultados, beneficiando a todos os envolvidos. Isso porque o cliente terá o atendimento que precisa e um profissional terá uma nova oportunidade de trabalho.

Conclusão

Todos os profissionais, de qualquer ramo de atuação, precisam ter contato com outros para que possa conhecer melhor o seu mercado, os clientes, como cobrar pelos seus serviços, as melhores empresas para se trabalhar, entre muitas outras possibilidades.

Essa é a intenção do networking, fazer com que empresas e pessoas tenham contato com aqueles possam fazê-los crescer em sua área de atuação e servir bem o mercado.

Os advogados entendem bem a importância disso e não deixam de ter uma relação amigável com quem possa acrescentar em sua trajetória.

Mais do que ter amigos de profissão, o networking é uma maneira de se apresentar ao mercado, conquistando oportunidades que jamais viriam caso o profissional não tivesse bons contatos. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Quer ser notificado se seu prazo for alterado?

Claudia, a assistente virtual da Legalcloud

Conheça a CLÁUDIA, a assistente inteligente da Legalcloud, que verifica diariamente seus prazos e avisa caso seja publicada uma nova suspensão.

SABER MAIS

Share via